The Americans e as guerras

“The Americans” e as guerras Alguém me disse, num curso, que a série, apesar de feita por americanos, é transgressora porque dá para torcer pelos russos. Penso que o antiamericanismo que se espalhou pelo mundo durante a guerra fria – e que piorou na era Bush – impede que algumas pessoas percebam que a torcida é por americanos, mesmo. Quase todos os personagens marcantes da série estão impregnados pelos melhores valores da democracia existente nos EUA. Quando, na série, os russos/americanos seduzem ou matam algum civil para servir a URSS isso deixa um gosto amargo de “até onde as pessoas chegam para obrigar os outros a fazer o que não fariam, se pudessem escolher”. Quem escolheria matar qu

Posts recentes
Arquivo