Pensamento único

Posso imaginar como deve ser bom escrever sobre a verdade, em especial se a verdade for contra a tribo inimiga.

O pessoal do pensamento único escreve o tempo todo. Deixa provas de suas convicções por toda a parte! Arrisca carreiras, famílias, amizades e amores produzindo provas contra si mesmo.

Falta tempo, disposição ou paciência para meditar sobre os conselhos de Ulisses Guimarães que não viveu para assistir ao pandemônio que assola nosso país:

Ninguém é tão seu amigo hoje que não possa ser seu inimigo amanhã, ninguém é tão seu inimigo hoje que não possa ser seu amigo amanhã.

Em política, qualquer crítica vale, mas nenhum ataque à vida pessoal é perdoável.

Os praticantes do pensamento único devem acreditar que os aplausos, as amizades, os amores, a fidelidade, de hoje, continuarão intactas.

Lamento informar: estão enganados.

Participantes do pensamento único podem, a qualquer instante, mudar de lado. Partir para outro pensamento único. E divulgar conteúdo privado de email, whatsap, nudes, confidências. Sem nenhum escrúpulo. Falta de escrúpulos com inimigos facilmente se torna falta de escrúpulos com ex-amigos.

Escrever o que bem entende é de um amadorismo de doer. Apertar o “publicar”, idem, idem.

Confessei a uma amiga esses dias, tenho medo de, um dia, perder a cabeça contra o pessoal do pensamento único. O que me falta de humor para amadores do ódio, para os que odeiam desconhecidos de forma tão intensa, me sobra de experiência de bater em um por um.

Por isso, escrevo só no meu blog e evito o máximo que posso argumentar com os que defendem o que acreditam com unhas e dentes. Na mesa de bar, na cerveja quente em pé. No virtual. Assim é fácil.

Eu já pratiquei o pensamento único. Antes dos 30. Na época, essa prática exigia coragem e caráter. Nós, os que só acreditavam no que suas organizações diziam, íamos à luta por nossas bandeiras. Correndo risco de vida, de perda de emprego, até da nacionalidade nós podíamos ser banidos.

Hoje, o pessoal do pensamento único escreve, fala, faz o que bem entende e espera ternura e compreensão em troca. E eu nunca sei se isso é inocência ou burrice.

Últimos textos
Arquivo