Para entender como as histórias são feitas


Ignoro se meus amigos e leitores sabem que leio dois roteiros de ficção, em média, por semana. Não é muito. Conheço gente que lê mais.

Alguns dos meus amigos, leitores ou ex alunos talvez saibam que a Escola de Séries lançou um curso meu online. Da Ideia ao Projeto. É um curso sobre Método e Processo de escrever roteiros.

Para escritores planejarem melhor a própria Imaginação e Criatividade. Para espectadores entenderem como Imaginação e Criatividade se organizam.

Essa semana li os dois roteiros habituais. De longa. Um tinha um plano claro por debaixo da trama e dos personagens. Deve ter custado um esforço concentrado para não se perder nas tentações comuns a quem conta uma história. Dispersar aqui, discursar ali...

O outro se perdeu. Em personagens em excesso, peripécias em excesso.

Acho que todo mundo que escreve, em qualquer profissão, teria o que aprender com a máquina chamada Storytelling. Todo mundo. Porque é mais fácil entender o mundo quando se entende o que está por trás do palco.

Todo mundo acima de 15 anos deveria fazer cursos para aprimorar o que lá fora se chama de

Creative Writting. Para se preparar para não levar o mundo real muito a sério.

Últimos textos
Arquivo