top of page

O Super Herói de cada um


Antigona é a super heroína citada por Mel Garcia, a primeira a se manifestar sobre minha pergunta no

Por acaso, era uma das minhas personagens preferidas nas tragédias gregas. Dentro da definição de Stan Lee ela é o significado da palavra herói. Faz o que é preciso, porque é o correto de se fazer. No caso ir contra a uma medida cruel do Estado, a de proibir o enterro de um morto discordante.

Adaptei a peça Antígona para prosa no meu livro “Três Filhas”. Uma pergunta me acompanha desde a primeira vez que li o texto grego, há mais de 20 anos: se trata de uma peça política ou é um drama familiar?

Esta é uma pergunta comum numa sala de roteiristas. Da resposta dependerá a trama e o tom do roteiro a ser escrito.

Qualquer resposta sobre o que move a personagem – a necessidade de se contrapor sem parar a um governante opressor ou a de correr qualquer risco por alguém do mesmo sangue – implicará em decisões diferentes. Tratarei disso na minha live.

No entanto, quero destacar que essas perguntas se colocam porque se trata de uma heroína trágica. Por definição aquele personagem ou pessoa de carne e osso que se vê sem saída por causa de suas características/decisões.

Caso eu estivesse falando de um herói não trágico – como Hercules, Ulisses, Viola Davis, Billy Wilder ou Seu Benvindo – seria diferente. Porque esses são heróis que lutam contra a o beco, não aceitam bater com a cara na parede, para eles seria insuportável estarem amarrados, sem poder recuar ou fugir. Buscam soluções, rotas de escape, por mais que doa.

Eu conheci pessoas que foram como Antigona – dispostas a matar e morrer pela família – e que se tornaram Hércules, vencendo obstáculos quase impossíveis.

Nunca porém conheci uma Antígona de carne e osso que se transformasse em Ulisses. Penso que alguns personagens (e pessoas de carne e osso) são mais intensas, mais angustiadas com o que observam a sua volta ou com o que sentem. Outras, são mais leves porque ou são mais realistas ou mais cínicas ou têm o impulso de buscar o próprio prazer e realização.




Comentarios


Últimos textos
Arquivo
bottom of page