Projeto Florida???


Será que só o site Teclasap, no Brasil, sabe que Project quer dizer, também, conjunto habitacional?

Depois dessa constatação indignada com a falta de cuidado da transcrição desse título, devo dizer que o filme é ótimo. Um tratado sobre como mulheres pobres reagem a adversidade e a fracasso de maneira diferença dos homens ricos. É só comparar a mãe do Florida Project com Bernie Mardoff de O mago das mentiras.

Deve ser muito difícil ser tão pobre nos Estados Unidos. Deve ser muito difícil criar filho sozinha, em qualquer lugar. Especialmente, se a mãe é meio fora de esquadro, se a mãe não se conforma em ser ignorada, desprezada, desprotegida. E se a mãe não se conforma com as regras da moral e dos bons costumes.

Apesar de tudo, a menina ama a mãe. E a mãe doidinha ama a menina.

Será que a maioria das pessoas, em nossa cultura (tão americanizada, tão globalizada) entende que não adianta chorar em cima do leite derramado? Ah, porque minha mãe fez isso, meu pai fez aquilo...

A menina do filme sabe distinguir o que é amor verdadeiro. Isso é mais do que a maioria das pessoas adultas conseguem.

Colocar essas questões num roteiro e dirigir não atores tão bem, com humor e ternura já valeria um Oscar!

Últimos textos
Arquivo