Cadeia não foi feita para cachorro

O que fazer quando se perde o sono às cinco da manhã? Assistir “Narciso de férias” documentário sobre Caetano Veloso. A descrição da solitária onde ele ficou, a descrição da cela me deu uma derrubada até que lembrei do que aprendi na adolescência. Seres humanos não inventaram celas intransponíveis para bichos. Inventaram para gente. O documentário me fez buscar o único verso do qual lembrava a respeito do orgulho das origens: Minha mãe me deu ao mundo/De maneira singular/Me dizendo a sentença/Pra eu sempre pedir licença/Mas nunca deixar de entrar. O Matriarcado é como as drogas. Bate em cada um de maneira diferente. Matriarcas mais suaves ensinam a sempre pedir licença, as criadas na guerra

Diário da Peste 52

O amor só é amor quando não se dobra às vicissitudes escreveu Shakespeare. O amor só é amor para quem gosta de amar e acredita que tem esse direito é o que nos mostra o último episódio da série Modern Love. Falarei sobre a série hoje à noite. Vou aproveitar para dar uma passada por The Romanoff. Também da Prime Video. E sobre Heartland. E sobre as diferentes audiências. E a relação do criador com sua verdade interior e sua cultura. Sinto que eu não conseguiria fazer a quantidade de coisas que faço e pular a quantidade de obstáculos que tenho encontrado nas batalhas pelas quais passeio se não fossem as histórias. As que eu escrevo, as que eu sonho, as que leio ou assisto. The race grows swee

Dear

Hoje faço uma live sobre a diferença entre série documental e série de ficção. Estudando, investigando o tema me recomendaram duas séries. Dear na Apple TV e Amor no espectro, na Netflix. Será uma atividade de preparação para o Workshop Internacional de Séries e minha primeira live não gratuita na pandemia. Explico: quem se inscrever até dez de setembro no www.autoria.com.br terá direito a assistir toda quarta-feira, até dezembro, uma hora de exercícios dramatúrgicos de audiovisual comigo. Mais ou menos sete reais por sessão. Por que escrevo como se estivesse fazendo um comercial? Porque as duas séries me ensinaram, mais uma vez, o quanto a TV, as histórias na TV, dizem mais sobre a Vida do

Posts recentes
Arquivo