Beijos

Se me beijas a mão eu te abençôo

Se te beijo a boca me dissolves

Se me beijas a face eu te perdôo

Se te roubo um beijo me absolves


Se te beijo o dorso tu me adoças

Se me beijas a nuca eu me contorço

Se te beijo o ventre me almoças

Se me beijas o torso és almoço


O beijo é um bicho bom

É um leão que habita a gente

É um demônio de batom

Nós dois de lábios quentes


Sem me beijas a testa eu te fascino

Se te beijo os olhos me revelas

Se me beijas o pé eu te encaminho

Se te beijo a costela me constelas


Se te beijo o ouvido tu me escutas

Se me beijas a coxa eu te exploro

Se te beijo o umbigo me desfrutas

Se me beijas todinha eu choro...

Últimos textos
Arquivo